The Family Space Forum

Ainda não está registado ou não está ligado! Registe-se ou faça o log in!


    [Amamentação] A Amamentação

    Compartilhe
    avatar
    *Belinha*
    Moderador/a
    Moderador/a

    Feminino
    Número de Mensagens : 94
    Idade : 36
    Localização : Vila Nova de Gaia
    Avisos :
    0 / 1000 / 100

    Caixinha das Mamãs : 207
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 14/05/2008

    [Amamentação] A Amamentação

    Mensagem por *Belinha* em Sex Jun 13 2008, 20:03

    O Leite materno é o alimento mais completo para o seu bebê!
    Não deixe que nenhum de vocês dois percam essa maravilhosa experiência e oportunidade que somente trará grandes benefícios à saúde de mãe e filho.


    Quando Começar?

    A amamentação pode começar imediatamente após o nascimento do bebê. Ao ser colocado nos braços da mãe, o bebê começará a procurar pelos mamilos seguindo um instinto que é natural e também muito emocionante.
    Nos primeiros dias após o parto o que as mamas secretam é o colostro. O colostro é amarelo e mais denso que o leite maduro e é secretado apenas em pequenas quantidades. Mas já é suficiente para o bebê e é exatamente aquilo de que precisa para os primeiros dias.
    Contém mais anticorpos e mais células brancas que o leite maduro. Dá a primeira “imunização” para proteger a criança contra a maior parte das bactérias e vírus.
    O colostro é também rico em fatores de crescimento que estimulam o intestino imaturo da criança a se desenvolver. O fator de crescimento prepara o intestino para diferir e absorver o leite maduro e impede a absorção de proteínas não digeridas. Se a criança recebe leite de vaca ou outro alimento antes de receber o colostro, estes alimentos podem lesar o intestino e causar alergias.
    O colostro é laxativo e auxilia a eliminação do mecônio (primeiras fezes).

    O leite começará a descer gradualmente nas primeiras 36 horas após o parto e aumentará consideravelmente nos próximos dias, se o bebê é colocado constantemente para sugar. Até o final da segunda semana, o leite primário se tornará leite maduro.
    É possivel que haja um pequeno atraso na descida do leite devido à uma cesária ou a um trabalho de parto muito difícil. A chave para aumentar a sua quantidade de leite o mais rápido possível é colocar o bebê para sugar ao seio o quanto antes. Se possível, imediatamente após o parto.
    Não desanime facilmente, às vezes, dificuldades aparecem. Mas o importante é saber que o bebê tem que ser colocado ao seio para sugar e é só isso que fará com que o seu suplemento de leite se desenvolva.
    Os bebês quando nascem, não precisam de uma quantidade grande de leite. Após em média duas colheres de chá de leite, eles já estão satisfeitos. Não se esqueça, amamente o quanto antes e sempre que o bebê quiser. No caso de dificuldades, não deixe de buscar ajuda. Pode ser com alguém mais experiente, ou na própria maternidade.


    Porque amamentar?

    A amamentação é uma proteção natural tanto para o bebê quanto para a mãe. Na mãe, a amamentação ajuda criando uma proteção contra um possível câncer de mama e de ovários. O câncer de mama se tornou um dos mais comuns na mulher de hoje, principalmente em países desenvolvidos.
    Vantagens da amamentação para o bebê:
    O leite materno e somente ele contém todos os nutrientes que o bebê precisa nos primeiros seis meses de vida.
    O bebê que é amamentado não precisa de água, nem mesmo em dias quentes e secos.
    Gordura, proteínas e vitaminas estão presentes em quantidades exatas para o bebê. Não há necessidade de suplementos vitamínicos. Não há grande quantidade de ferro, mas ele é bem absorvido no intestino do bebê.
    Bebês que tomam mamadeira têm maior risco de obesidade na vida adulta.
    Leite materno contém endorfina, substância química que ajuda a suprimir a dor. É uma boa idéia amamentar o bebê logo após ele ser vacinado. Ajuda a superar a dor e o leite materno também reforça a eficiência da vacina.
    O leite materno é facilmente digerido e absorvido.
    Bebês alimentados exclusivamente com o leite materno possuem menos quadros infecciosos. O leite materno é isento de qualquer bactéria. Contém anticorpos que ajudam a proteger o bebê até que ele comece a produzir os seus próprios anticorpos.
    O ato de sugar é importante para o desenvolvimento das mandíbulas. Nos seios, o bebê precisa de muito mais energia para retirar o leite (60 vezes mais energia) e, dessa forma vai desenvolvendo suas mandíbulas.
    Bebês alimentados com leite artificial em mamadeiras, especialmente à noite, tendem a desenvolver cáries precocemente.
    Também tendem à desenvolver alergias.
    Bebês prematuros são especialmente beneficiados com a amamentação. O leite produzido pelas mulheres que tiveram bebês prematuros são diferentes do leite das mulehres que tiveram toda a gestação. Especificamente, durante o primeiro mês pós-parto, o leite de mães de bebês prematuros mantém a composição similar ao colostro - que é um leite muito mais forte.
    Vantagens da amamentação para a mãe:
    A mãe que amamenta se sente mais segura e menos ansiosa.
    Com a amamentação, o útero volta com mais rapidez ao seu estado normal e há menores riscos de hemorragia após o parto. Esta, é uma das maiores causas de mortalidade materna no Brasil.
    A mulher que amamenta tem menos risco de contrair câncer de mama.
    A amamentação exclusiva protege contra anemia (deficiência de ferro).
    A amamentação diminui o risco de osteosporose na vida madura.
    A amamentação estabiliza o progresso de endometriose materna. Não amamentar aumenta o risco de desenvolver câncer de ovário e câncer endometrial.
    Amamentar ajuda a mulher voltar ao peso normal mais rapidamente.

    A lista das razões para se alimentar seu bebê é vasta. Pense apenas nos momentos agradáveis de imensa intimidade e harmonia que você estará passando com o bebê que, isso somente, já é razão suficiente para se amamentar o seu bebê. Não perca essa chance, você não irá se arrepender.


    Como saber se o bebê está ingerindo o suficiente?
    1. Ambos o bebê e a mãe estão confortáveis
    Dificuldades com posicionamento podem causar problemas. Após os primeiros dias, quando a grande maioria das mulheres vão sentir um pouco de dor na adaptação, a amamentação deve ser natural e indolor. Se você estiver sentindo dor nos mamilos por um longo período, você precisará de ajuda e assistência pois provavelmente o bebê não está "pegando" o mamilo adequadamente.
    2. O bebê é amamentado frequentemente

    O recém-nascido deve ser amamentado de 10 à 12 vezes em um período de 24 horas. O leite materno é leve e fácil de ser digerido, por isso a necessidade de se amamentar com tanta frequência.
    Se o bebê dorme demais, é recomendável acordá-lo para a amamentação durante o dia.
    3. O bebê suga com vigor e está engolindo durante todo o período da amamentação
    4. Você permite que o bebê mame até soltar o seio por si mesmo
    Enquanto o bebê está mamando com vigor e está engolindo, permita que ele continue no primeiro seio até que ele large o seio por si mesmo. Só então ofereça o segundo seio. Isto permitirá ao bebê alcançar o leite do fim, que é um leite mais rico.
    O leite que surge no final da mamada parece mais branco do que o leite do começo porque contém mais gordura. A gordura torna o leite do fim mais rico em energia. Fornece mais da metade da energia do leite materno.A criança precisa tanto do leite do começo quanto do fim para crescer e se desenvolver. É importante deixar que ela pare espontaneamente de mamar. A interrupção da mamada pode fazer com que receba pequena quantidade de leite do fim (e , consequentemente, menos gordura).
    5. O bebê está crescendo normalmente
    O monitoramento é feito pelo pediatra e, conforme o aumento de peso e tamanho do bebê, sabe-se que ele está sendo alimentado direitinho.
    6. O bebê está evacuando normalmente
    Quando há dúvidas sobre a alimentação do bebê, um dos primeiros passos é notar o que está acontecendo em suas fraldas.
    Um recém-nascido deverá usar de seis à oito fraldas por dias e fazer cocô pelo menos duas vezes. Se isso não está ocorrendo, é necessário marcar uma consulta para esse pequenino.
    Acontece de um bebê não fazer cocô por vários dias mas se esse for o caso, deixe que o pediatra afirme que está tudo em ordem.


    _________________
    Cumprimentos
    Belinha



    Eterna saudade da minha princesa linda : Beatriz!!
    Blog do Gonçalo: http://angel-gonguinhas.blogspot.com/

      Data/hora atual: Sex Jul 21 2017, 13:36